Centro de Fertilidade ISIS II FIV em Moçambique

ISIS Fertility Center II IVF In Mozambique-FIV em Moçambique
ISIS Fertility Center II IVF In Mozambique

ISIS Fertility Center II IVF In Mozambique-Centro de Fertilidade ISIS II FIV em Moçambique

ISIS – Centro de Fertilidade – FIV em Moçambique

The ISIS Fertility Center arose from the concern of professionals in the field of reproductive health in wanting to respond to the constant concerns of couples unable to bear children. Hence, they decided to study the phenomenon, after a literature review of the problem of infertility at a global and national level, the following was found: Centro de Fertilidade ISIS,IVF In Mozambique

According to WHO data from 2004, 186 million couples of reproductive age in developing countries need infertility treatment, which is to say that one in four couples suffers from infertility;

From the survey of data from gynecology consultations, over 10 of clinical practice, two out of ten patients had infertility problems

Inexistence, at the level, of medical centers dedicated to in-depth studies and modern treatment of infertility, which meant that treatment abroad had to be resorted to at extremely expensive prices.

The above factors motivated these professionals to seek specific training in the area of human reproduction, in order to offer modern treatments such as surgical hysteroscopy, gynecological laparoscopic surgery and artificial insemination.

Years later, already confident of their professional competence and availability of state-of-the-art equipment, they created the fertility center, called ISIS in recognition of the Goddess of Fertility, to alleviate and respond to the desire of couples to have children, locally and at an affordable cost.

FIV em Moçambique - O Centro de Fertilidade ISIS surgiu da preocupação dos profissionais da área da saúde reprodutiva em querer dar resposta às constantes preocupações dos casais impossibilitados de ter filhos. Assim, decidiram estudar o fenómeno, após uma revisão da literatura sobre o problema da infertilidade a nível global e nacional, verificou-se o seguinte:
De acordo com dados da OMS de 2004, 186 milhões de casais em idade reprodutiva nos países em desenvolvimento precisam de tratamento de infertilidade, ou seja, um em cada quatro casais sofre de infertilidade;
A inexistência, a nível, de centros médicos dedicados ao aprofundamento e ao tratamento moderno da infertilidade, o que obrigava a recorrer a tratamentos no estrangeiro a preços extremamente elevados.

FIV em Moçambique - Os fatores acima motivaram esses profissionais a buscarem formação específica na área de reprodução humana, a fim de oferecer tratamentos modernos como histeroscopia cirúrgica, cirurgia ginecológica laparoscópica e inseminação artificial.

Anos depois, já confiantes em sua competência profissional e disponibilidade de equipamentos de última geração, criaram o centro de fertilidade, chamado ISIS em reconhecimento à Deusa da Fertilidade, para aliviar e atender ao desejo dos casais de ter filhos, localmente e a um custo acessível

O que é Fertilização In Vitro (FIV)? – FIV em Moçambique – Centro de Fertilidade na Índia

A fertilização in vitro é um tratamento de ART para ajudar os casais que têm dificuldades em conceber.

Na fertilização in vitro, o óvulo e o esperma de um casal são fundidos em um laboratório. Os embriões desenvolvidos da mais alta qualidade são então selecionados e transferidos para o útero da mãe para a concepção.

A fertilização in vitro é geralmente recomendada para casais que foram diagnosticados com distúrbios de fertilidade. Esses incluem:

Mulheres com trompas de falópio bloqueadas ou danificadas, ou que tiveram suas trompas de falópio removidas;
Homens com diminuição da contagem de espermatozóides ou motilidade dos espermatozóides;
Mulheres com distúrbios de ovulação ou condições como endometriose (onde o revestimento do útero é encontrado fora do útero, e a cicatrização/inflamação pode bloquear as trompas de Falópio e impedir a união do óvulo e do espermatozóide); 

Indivíduos com uma doença genética.
Serviços de Fertilidade Feminina-Medicover FERTILITY CENTER
Cirurgia Reprodutiva
Fertilização in vitro (FIV)
Inseminação intrauterina (IIU)
Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóide (ICSI)
Cultura e Transferência de Blastocisto
Incubação assistida
Diagnóstico Genético Pré-implantação (PGD)
Congelamento de Embriões
Congelamento de Ovos

Como é feito o procedimento de Fertilização in Vitro? FIV em Moçambique
O passo a passo da Fertilização in Vitro segue as seguintes etapas:

1.      Estimulação ovariana
A estimulação dos ovários é o primeiro procedimento realizado na FIV. O processo é feito por meio de medicamentos injetáveis que aumentam as doses do hormônio folículo estimulante (FSH) no organismo da mulher. Dessa forma, é possível recrutar um número maior e potencializar a capacidade fértil da mulher.

Os medicamentos são administrados por meio de injeções subcutâneas ou por via oral. A dosagem ideal para cada caso é determinada pelo especialista em reprodução humana, considerando a idade,  peso e número de folículos ovarianos da paciente.

O crescimento dos folículos é acompanhado através de ultrassons seriados. Quando o folículo atinge um tamanho adequado, é administrado um medicamento à base do hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG) para amadurecer os óvulos e induzir a ovulação.

Existem diversos protocolos de estímulo ovariano que variam conforme a causa de infertilidade tratada com a FIV. O especialista em reprodução humana escolherá aquele que oferecer a melhor taxa de sucesso para o casal em tratamento. O tempo de duração da estimulação ovariana varia de 9 a 12 dias, em média.

2.      Captação dos óvulos
O objetivo desse procedimento é obter os óvulos existentes dentro dos folículos dos ovários após a fase de estimulação. É preferencialmente agendado entre 34 e 36 horas após a injeção do hormônio HCG.

A captação dos óvulos é realizada com a paciente em sedação endovenosa sendo que também são administrados remédios para aliviar a dor. Como dito anteriormente, o procedimento é feito por meio de punção ovariana com uma agulha guiada por ultrassom transvaginal.

O líquido proveniente dos folículos é coletado em diversos tubos de ensaio que aguardam o conteúdo em banho-maria. Em seguida, o material é entregue para a equipe de embriologistas para análise.

É possível coletar uma quantidade significativa de óvulos em um período aproximado de 30 minutos. Na sequência, os óvulos são colocados em um líquido nutritivo (chamado de meio de cultura) e mantidos em estufa até o momento ideal para realizar a Fertilização in Vitro.
3.      Cultura de blastocistos
Após a fertilização do óvulo pelo espermatozoide, o embrião gerado divide-se rapidamente e aumenta seu número de células. Com essa expansão na quantidade de células, o embrião fica mais compactado e agrupa cada vez mais células.

Exemplificando: depois de três dias da fertilização, um embrião com bom desenvolvimento contém 8 células. No quarto dia, esse mesmo embrião pode chegar a ter 32 células. Quando isso acontece, o embrião atinge o estágio de mórula — quando é formada uma cavidade contendo um líquido proveniente do útero. No quinto dia, o embrião encontra-se em estágio de blastocisto, fase no qual podem ser biopsiados para análise genética caso esta seja conduta proposta para o casal.

O atingimento da fase de blastocisto é fundamental, pois os embriões que estão nesse estágio possuem maior potencial de implantação no útero e, consequentemente, oferecem maiores taxas de sucesso. Isso possibilita a seleção natural dos melhores embriões e a transferência de uma quantidade menor, reduzindo o risco de uma gravidez múltipla.
 Transferência de embriões
A transferência embrionária ocorre com a utilização de um tubo fino e flexível (cateter) dentro do útero por meio do orifício externo do colo uterino. Uma seringa com um ou mais embriões em suspensão no fluido estará ligada à extremidade do cateter para que o fluido seja empurrado para dentro do útero através do tubo.

Na maioria das vezes, a transferência embrionária não necessita de anestesia. Isso porque o desconforto causado pelo procedimento é similar ao do exame de Papanicolau. A paciente também não precisa estar em jejum, apenas com a bexiga cheia para a realização do ultrassom.

O procedimento acontece dentro de 3 a 5 dias após a fertilização dos gametas. É aconselhável que a paciente fique em repouso relativo por 2 dias.

O uso dos medicamentos indicados pelo médico para suporte da gravidez deve ser mantido. O exame de gravidez é feito dentro de 9 a 12 dias após a transferência dos embriões.

Clique aqui e ouça o episódio “Tudo sobre Fertilização in Vitro com Dr. Rodrigo Rosa” do Mater Cast para tirar suas dúvidas.

Injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI)
Atualmente, a técnica de injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI, na sigla em inglês) é a mais utilizada na realização de Fertilização in Vitro. Esta metodologia consiste na seleção do espermatozoide com melhor motilidade e morfologia normal, e sua posterior injeção dentro do óvulo, usando agulhas específicas. Dessa forma, homens que apresentam sêmen com pouca quantidade de espermatozoides podem se beneficiar da FIV.

A ICSI é uma metodologia que garante que sejam utilizados os melhores espermatozoides na Fertilização in Vitro, aumentando significativamente as taxas de sucesso do tratamento e reduzindo os abortos de repetição. A injeção intracitoplasmática de espermatozoides é indicada principalmente para casos em que há algum fator masculino grave, abortamentos de repetição, falhas na implantação de embriões e alta taxa de fragmentação do DNA espermático.

Quais são as chances de engravidar com a Fertilização in Vitro?
As chances de a fertilização in vitro dar certo estão diretamente relacionadas com a idade da mulher, número de óvulos coletados, reserva ovariana e causas que levaram à infertilidade.

Porém, apesar da receptividade do endométrio da mulher e da qualidade do embrião produzido serem fatores importantes, a idade da paciente é determinante para o sucesso do processo de fertilização.

Por esse motivo, o procedimento é indicado também para os casos de idade avançada.

Quais são as possíveis complicações da FIV?
Existem alguns riscos ligados à Fertilização in Vitro que devem ser considerados pelas pacientes antes de iniciar o tratamento. As complicações mais comuns são:

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana
A síndrome pode acontecer devido aos altos níveis hormonais produzidos pelos folículos em crescimento após a coleta de óvulos, quando há grande quantidade de óvulos coletados, ou em pacientes com maior sensibilidade a elevação dos níveis hormonais. Entretanto, isso ocorre em apenas 2% dos casos.

Os principais sintomas da condição são:

Dor abdominal leve;
Inchaço;
Náuseas;
Vômitos.
Os sinais costumam durar uma semana, no entanto, quando a mulher engravida, os sintomas da síndrome podem se prolongar, pois a gestação mantém os níveis de HCG elevados. O desenvolvimento de um quadro grave da Síndrome de Hiperestimulação Ovariana é raro, entretanto, é essencial comunicar o ginecologista tão logo perceba os sintomas. É importante enfatizar que os riscos de hiperestimulo podem ser minimizados com protocolos específicos de estímulo ovariano e congelamento de embrião para transferência em cenário posterior.

Gestações múltiplas
A Fertilização in Vitro aumenta o risco de gestações múltiplas (gêmeos, trigêmeos e até mais crianças) por conta da potencialização dos óvulos produzidos durante o ciclo menstrual. Contudo, o Conselho Federal de Medicina (CFM) estabeleceu algumas regras para determinar a quantidade limite de embriões que podem ser transferidos, reduzindo, assim, as chances de uma gravidez múltipla. São elas:

Dois embriões por tentativa para as pacientes com até 37 anos;
Três embriões por tentativa para as pacientes com mais de 37 anos;
Em caso de embriões euploides ao diagnóstico genético, até dois embriões, independentemente da idade.
FIV em Moçambique - Centro de Fertilidade na Índia
FIV em Moçambique – Centro de Fertilidade na Índia

Custo do tratamento de fertilização in vitro na Índia

O pacote dos sonhos: fertilização in vitro com tudo incluído $ 4500
Opções de empréstimo e fazer um pagamento em EMI menor (somente indiano)
Teste: Análise de sêmen, pré-investimento
Visitas, Ultrassonografia e Monitoramento do Ciclo
Fertilizações de recuperação de ovos (ICSI) e incubação assistida
Transferência de até três (3) embriões, se necessário
Congelamento e armazenamento de embriões e espermatozóides
Confirmação de gravidez
Medicamentos de estimulação
E mais sobre o suporte
Best IVF Clinics in Cameroon – Meilleures cliniques de FIV au Cameroun
Milann Fertility Hospital
IVF Doctors In Tanzania II Best ivf center in Tanzania
Best IVF centers in Chennai II Top 10 IVF clinics in Chennai
Blastocyst Culture and Day 5 Transfer
Best IVF Clinics in Cameroon – Meilleures cliniques de FIV au Cameroun
Dr Vaishali Sharma MD (AIIMS)
Dr Anu Chawla UK based IVF Specialist II fertility specialist in UK
Dr. Ramya Misra II fertility specialist in delhi

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Translate »